Novo

Amores no Campo

14,00 €
13,00


Amores no Campo de Sarah Beirão | *Romance de época

Colecção ETERNO FEMININO, n. 1 

Prefácio: Fátima Pais

ISBN: 978-989-54519-9-9

Editor: MAZU PRESS

Edição: 10-2020

14.ª edição (1.ª ed. 1931)

Idioma: Português

Formato: 15 x 23 cm

Páginas: 252

PROMOTOR: Fundação Sarah Beirão/António Costa Carvalho

APOIOS: Município de Tábua e Luna Hotel de Tábua

Ref.: EF.1

PVP: 14€

 

SINOPSE

Amores no Campo é o romance de uma família de vida simples e sem tragédias, no género de Júlio Dinis, em que as personagens passeiam na nossa Beira montanhosa ou nos canais de Veneza, cantando um hino à virtude! 
A ilustre escritora descreve, com encanto e arte, as veigas e as ribas onde Viriato derrotou os romanos e os monumentos da rainha do Adriático [Veneza, Itália].
Julgamos que as figuras de Amores no Campo só existiram na fantasia, mas a heroína – uma moleirinha, criada atrás do macho que transporta os seirões –, aproveitando os bons dotes com que a natureza a contemplou, tornou-se, sem asperezas, numa senhora da boa sociedade.
José Antunes Marques Abreu (Tábua, 1879 – Porto, 1958)
Diretor da “Ilustração Moderna”, Dezembro de 1931

 

A AUTORA

Sarah de Vasconcelos Carvalho Beirão (Tábua, 30.7.1880 – Tábua, 21.5.1974), com o nome literário Sarah Beirão, foi
escritora, publicista, ativista dos direitos das mulheres e filantropa.
Distinguiu-se no panorama cultural e político de Portugal, particularmente durante as décadas de 1930 e 1940.
Entre 1935 e 1941 foi presidente do Conselho Nacional das Mulheres Portuguesas – instituição defensora do sufrágio e dos
direitos femininos – de que era sócia ativa desde 1925 e a que pertenceram, por exemplo, Maria Lamas e Elina Guimarães.
Colaborou com os jornais O Primeiro de Janeiro, Diário de Notícias e Diário de Lisboa, entre outros.
A sua vasta e diversificada obra literária foi iniciada em 1929. Em 1931 publicou Amores no Campo – o primeiro romance,
considerado a sua obra-prima – agora em 14.ª edição. 

Procurar nesta categoria: Categories